fbpx

Sai ano, entra ano e a disseminação de dietas que prometem emagrecimento rápido continua a todo vapor. Na internet, encontramos à nossa disposição um verdadeiro cardápio de métodos desenvolvidos para vender perda de peso imediata e satisfatória.  

Muitas destas opções são, de fato, eficazes – e ver os quilos diminuírem na balança de forma relativamente rápida não parece ser o desafio mais difícil. A grande dificuldade está em fazê-lo de forma permanente e, sobretudo, preservando a saúde do nosso corpo e funções biológicas.

Há como vencer o grande fantasma dos programas de emagrecimento, o efeito sanfona, e conseguir manter os resultados alcançados de modo definitivo e sem prejuízo de sua saúde. Para isso, é necessário incorporar os hábitos certos e aplicá-los com consistência.

Sendo assim, preparamos importantes lições de emagrecimento que valem a pena ser levadas a sério e testadas no seu dia-a-dia.

Acompanhe a leitura e anote estas dicas para começar a colocá-las em prática ainda hoje. Alcance o emagrecimento que você deseja de forma saudável e duradoura.

1. Invista nos termogênicos naturais

Acelerar o metabolismo” é preceito conhecido dos mais antigos “manuais” de emagrecimento. Queimar calorias de forma mais rápida é desejo quase inescapável de quem quer perder peso. Não há como evitar associar a diminuição de quilos e medidas a um gasto energético mais otimizado e veloz. 

Praticar atividade física certamente é o meio mais eficiente para aumentar o gasto calórico e você deve saber disso. Mas você sabia que a simples combinação de certos tipos de alimentos à sua dieta pode contribuir significativamente nesse processo? Esse é o segredo dos termogênicos naturais.

Alguns alimentos e bebidas, sem a ação de qualquer aditivo, possuem propriedades naturalmente capazes de elevar a temperatura do corpo e aumentar nossa taxa metabólica basal. Eles promovem o aumento do gasto calórico e potencializam o emagrecimento.

Esses são os chamados alimentos termogênicos. Introduzi-los diariamente em suas refeições é uma técnica complementar fácil, eficaz e, sobretudo, segura para perder peso.

O efeito termogênico da alimentação facilita principalmente a lipólise (queima de gordura) e não compromete a saúde na medida em que não desregula artificialmente nosso metabolismo – processo bioquímico tão basilar e fundamental para o funcionamento de todo o organismo.

Consuma esses alimentos frequentemente e confira os efeitos da termogênese no emagrecimento. Só não esqueça: é necessário sempre aliá-los a uma dieta balanceada e nutritiva em todos os aspectos.

Sete exemplos de alimentos termogênicos

Pimenta: seu efeito termogênico vem por conta da substância capsaicina;

Canela😮 consumo dessa deliciosa especiaria asiática, além de contribuir para a termogênese e aceleração metabólica, também é indicado para combater condições de inflamação;

Café: naturalmente estimulante, além de conferir aumento imediato de energia mental e física, é um poderoso agente termogênico;

Cacau: tal como o café, é rico em cafeína e atua como importante termogênico. Consuma-o preferencialmente na composição pura (100%), sem a adição de açúcares ou adoçantes. Invista na preparação de receitas funcionais e saudáveis;

Matchá: é um chá da família do chá verde e também advém das folhas daCamellia sinensis – mas daquelas mais jovens. Essa característica aumenta a concentração de seus ativos e o torna superior em qualidade e efetividade. Além de termogênico, o Matchá induz a sensação de saciedade. Comercializado na forma de , ele pode ser consumido como chá ou adicionado a receitas.

Gengibre: esta planta coleciona inúmeras propriedades e benefícios para o corpo, principalmente em relação ao emagrecimento – dentre outras coisas, é um excelente termogênico e diurético, além de facilitar a digestão e promover saciedade;

Vinagre de maçã: a presença do ácido acético e fibras solúveis é responsável pelas propriedades do vinagre em auxiliar no aumento da saciedade e diminuição do peso. Use-o diariamente temperando saladas ou na forma pura logo pela manhã. Isso quer dizer que você pode diluir de uma a duas colheres de sopa rasas em um copo cheio d’agua (não ultrapasse esta dose);

Outro recurso natural, seguro e de alta eficácia na redução de peso para fazer uso diariamente é Morosil®. É derivado do suco de laranjas moro, que vem de uma região vulcânica da Sicília (Itália).

Morosil ajuda de forma eficaz a emagrecer e reduzir medidas, especialmente do abdômen. Também contribui no combate à gordura no fígado, síndrome metabólica, altos níveis de colesterol LDL e de radicais livres.

2. Entenda a importância da saciedade e priorize-a

Seguir uma dieta ou plano alimentar de emagrecimento é sinônimo de passar fome. Durante muito tempo, a popularização das dietas de emagrecimento nas revistas, sites e programas de beleza foi responsável por incutir no mundo essa falsa premissa.

Felizmente, o conceito veio se desconstruindo com o passar dos anos. Hoje, com o avanço do conhecimento nas áreas da saúde e nutrição, bem como com a conscientização dos inúmeros transtornos, físicos e psicológicos, decorrentes deste pensamento, esta perigosa máxima está superada. Sabemos hoje que estimular a fome para emagrecer é arriscado e não funciona.

Os resultados não são nada bons, a níveis físico e mental, que podem decorrer da conduta de não atender – ou atender insuficientemente – a essa necessidade fisiológica. Além disso, quando se escolhe adotar uma dieta em que é necessário passar fome e para diminuir calorias, a tendência é que ela, assim como seus eventuais resultados, não dure muito tempo.

Como, então, emagrecer com inteligência e saúde? A chave está na saciedade.

Como ter maior saciedade após comer

O êxito de uma dieta de perda e, principalmente, manutenção de peso a longo prazo depende da elaboração de um cardápio nutritivo e variado que promova a denominada saciedade prolongada.

E além dos alimentos corretos, a aplicação de algumas técnicas estratégicas ao momento das refeições é capaz de evitar que a fome dê as caras antecipadamente – favorecendo uma ingestão adequada e saudável de calorias, chave do emagrecimento.

Coloque em prática estas dicas de alimentação e comportamento que auxiliam na saciedade:

• Aumente sua ingestão de fibras

Preste atenção à composição do prato

Fuja dos diets e lights

Pratique o mindful eating

Dedicar atenção plena à nossa alimentação pode influenciar diretamente a forma como nos relacionamos com ela, diminuindo as falsas percepções de fome, melhorando compulsões alimentares e, principalmente, aperfeiçoando nossa noção de saciedade.

Para isso, na hora de comer, tenha foco nos seguintes mandamentos:

1) Coma devagar e livre de distrações – principalmente da companhia do seu celular;

2) Mastigue bem – mais de 10 vezes por garfada;

3) Capriche na apresentação do seu prato: cores, aromas e texturas contribuem para apreciar melhor a comida e perceber a saciedade com mais precisão;

4) Concentre-se no prazer que a comida traz e afaste sentimentos de culpa enquanto come. Concentre-se nas sensações de satisfação.

3. Aposte (sem medo) na musculação

Como você sabe, emagrecer e manter o peso ideal não depende apenas de uma boa rotina de alimentação e dieta. Perder peso passa, invariavelmente, pela prática e manutenção de atividades físicas regulares.

Talvez você não saiba, porém, que, para isso, não é necessário optar por exercícios físicos aeróbicos ou funcionais – clássicas modalidades de quem pretende acelerar o gasto calórico e emagrecer.

Pelo contrário: os mais modernos estudos acerca do emagrecimento apontam para a musculação. Diferentemente do que pode se acostumar pensar, ela está dentre os melhores métodos para perder medidas e quilogramas.

Se você quer emagrecer e nunca teve coragem de se arriscar na musculação por acreditar que o aumento de massa magra também eleva as medidas do corpo, saiba que isso é um mito.

Gaste energia por até 48h com musculação

Mais ainda do que queimar calorias como qualquer esporte ou exercício físico, ao contribuir para o ganho de massa muscular, o treino com peso também contribui para que o organismo de outra forma. Ele faz com que se mantenha acelerado e gastando energia para preservar essa massa.

Até quando você não está treinando, com os músculos em estado de repouso, o corpo continua trabalhando para manter as fibras musculares criadas – gastando calorias e contribuindo para a perda de peso.

É nesse processo de reparação e reconstrução muscular que o corpo demanda o maior gasto energético. Estudos demonstram, inclusive, que o gasto calórico se mantém elevado até 48 horas depois do treino!

Por conta deste mecanismo que a musculação pode ser comparada a modalidades esportivas aeróbicas como ciclismo, corrida ou dança se o objetivo é, além de fortalecer e criar músculos, emagrecer.

E mais: nesta fase de recuperação, para reparar os tecidos musculares depois de um treino intenso de musculação, o combustível usado pelo corpo passa a ser a própria gordura corporal.

Nas palavras de Diego Barreti, doutor em ciências do Laboratório de Adaptação ao Treinamento de Força Escola de Educação Física e Esporte da USP (Universidade de São Paulo), “quanto mais massa muscular tiver, mais gordura a pessoa vai queimar“.

Musculação para diminuir o apetite

Por último, a prática da musculação e exercícios físicos mais intensos ainda está relacionada ao aumento na secreção dos hormônios GLP-1, PYY e PP – que têm efeitos de diminuição do apetite e favorecimento da saciedade!

Não faltam motivos para você apostar na musculação como mais um hábito a ser transformado no seu estilo de vida e que, junto aos outros segredos trazidos neste artigo, vai te ajudar a perder peso de forma duradoura e com respeito ao seu organismo e saúde.

Lembre-se, no entanto, que as dicas aqui descritas devem sempre estar acompanhadas de outras práticas saudáveis e que nenhuma delas substitui a orientação de seu médico, nutricionista ou educador físico. Consulte regularmente estes profissionais e informe-os antes de realizar mudanças importantes em seus cuidados com a saúde.

morosil
Categorias: EmagrecimentoSaúde

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *